A Disney revelou nesta terça-feira uma reorganização do seu calendário de lançamentos de filmes, adiando diversas produções das franquias Avatar, Marvel e Star Wars. A empresa não deu detalhes sobre as decisões por trás das mudanças nas datas de lançamento, embora os estúdios frequentemente ajustem suas agendas por uma variedade de motivos. As alterações ocorrem em meio a uma greve de roteiristas que está prejudicando a indústria do cinema e televisão, levando a interrupções na produção que podem afetar os prazos de lançamento. Vários filmes e programas populares tiveram suas produções interrompidas ou encerradas prematuramente desde o início da greve. Entre eles estão “Stranger Things”, da Netflix, “Severance”, da AppleTV+, e “Evil”, da Paramount, conforme relatado pela CNBC em maio. A Disney não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

O terceiro filme da série “Avatar”, dirigido por James Cameron, foi adiado de 2024 para dezembro de 2025, e o quarto filme será lançado em 2029. O calendário de lançamentos da empresa indica que o quinto filme da franquia está agora previsto para 2031. “Avatar”, lançado em 2009, e “Avatar: The Way of Water”, lançado no final do ano passado, são dois dos três filmes de maior bilheteria mundialmente.

No Universo Cinematográfico da Marvel, o filme recentemente renomeado “Captain America: Brave New World” será adiado de maio para julho do próximo ano, e “Thunderbolts” será lançado em dezembro de 2024, “Blade” em fevereiro de 2025 e “Fantastic Four” em maio de 2025.

As mudanças também afetam os dois próximos filmes dos Vingadores no Universo Cinematográfico da Marvel. “Avengers: The Kang Dynasty” foi adiado por um ano e será lançado em maio de 2026. “Avengers: Secret Wars” só chegará aos cinemas em maio de 2027. O ator Jonathan Majors, que interpretou Kang em “Ant-Man and the Wasp: Quantumania”, da Marvel, foi preso por agressão no início deste ano e enfrenta supostas acusações de abuso. Ele negou as alegações por meio de seus advogados, mas foi dispensado por sua antiga empresa de gerenciamento, conforme relatado anteriormente. A Marvel permaneceu em silêncio sobre o caso de Majors.

Após a decepção nas bilheterias de “Ant-Man and the Wasp: Quantumania”, o CEO da Disney, Bob Iger, questionou se a Marvel deveria priorizar personagens mais novos em vez de continuar a criar terceiro e quarto filmes para personagens estabelecidos.

A Disney também adiou um filme planejado de “Star Wars” de dezembro de 2025 para maio de 2026. Além disso, foi adicionado outro filme de Star Wars à agenda, com lançamento previsto para dezembro de 2026. A Disney não lançou um filme de Star Wars desde “The Rise of Skywalker”, em 2019