O mangá de Boruto está abalando a franquia com a troca de realidades de Eida, abrindo caminho para o surgimento do assassino supremo que começará a caçar o filho de Naruto.O vilão mais poderoso de Boruto é liberado. O seguinte texto contém spoilers do Capítulo 80 de Boruto: Naruto Next Generations, “O que o papai faria!”, de Masashi Kishimoto, Mikio Ikemoto, Mari Morimoto e Snir Aharon, agora disponível em inglês pela Viz Media.

Com o mangá de Boruto em pausa, é seguro dizer que a franquia está em seu momento mais precário até agora. O filho do Hokage se tornou o vilão da série, abalando completamente o status quo. Isso foi possível graças a Kawaki convencendo Eida a realizar uma troca de realidades, transformando Boruto no vilão. Grande parte de Konoha está em busca do suposto filho tentando vingar um Naruto que Boruto teria assassinado. Essa mentira faz com que aliados como Shikadai e Mitsuki persigam o adolescente, embora Sarada (que desbloqueou seu Sharingan) esteja ciente de que Boruto não é um assassino. No entanto, ela não consegue convencer a Folha Oculta a interromper sua missão. No processo, quando o Capítulo 81 for lançado daqui a alguns meses, o vilão mais poderoso da franquia, Daemon, estará pronto para se juntar à perseguição.

Daemon de Boruto precisa de ação para se manter relevante

Até agora, Daemon tem sido pouco explorado em Boruto, sendo visto principalmente como o irmãozinho irritante de Eida, mas seu poder é imenso. Ele pode refletir ataques sem nem mesmo saber, desde que suas mãos estejam tocando alguém. Isso o torna quase invulnerável, o que explica por que Eida e até mesmo o sinistro Code têm cautela ao lidar com ele. Até mesmo um Kawaki com o poder de Isshiki precisa agir com cautela. O petulante Daemon realmente venceu Boruto em um confronto simulado para mostrar aos fãs que ele possui habilidades extraordinárias e representa uma verdadeira ameaça a ser observada. O problema é que, além dessa breve luta com Boruto, Daemon não teve a oportunidade de mostrar todo o seu poder. Ele teve um pequeno embate com Code, mas até agora, Daemon é só conversa, sem ação. No entanto, dado que ele acredita que Boruto é um idiota, faz sentido que ele entre na busca após a troca de realidades de Eida. Ele acredita que Boruto é um inimigo de Eida e estaria protegendo sua irmã. Isso elevaria o personagem de uma maneira significativa e realmente testaria um protagonista que precisa evoluir. Ver Boruto evoluindo contra esse tipo de inimigo exigiria muita inteligência, permitindo que o garoto demonstrasse sua capacidade de improvisar, assim como Naruto fazia quando era mais jovem.

Daemon tem outros desafios além do filho do Hokage

Daemon é o tipo de pessoa que adora desafios e quer ser aquele que derruba o grande alvo. Considerando que a missão de Code também é perseguir Boruto, ele pode se testar contra o outro sucessor de Isshiki. Code também desbloqueou muitos dos poderes de Isshiki, mas enfrentar um Daemon em plena ação o levará ao limite. Daemon também pode lutar contra Sarada, que ainda não teve um grande inimigo no enredo. Sasuke Uchiha está presente como mentor, ajudando Boruto após Sarada convencê-lo. Isso tem um potencial brutal, pois mesmo sem o Rinnegan, Sasuke é um dos shinobis mais inteligentes. Seria um verdadeiro choque de gerações, com Daemon se confrontando com alguém que poderia derrotá-lo ou representar um desafio épico. Por fim, Sumire é resistente ao feitiço de Eida, então ela poderia perseguir Daemon para salvar seu amor. Ela ama Boruto, mas como não é a melhor ninja, sua morte potencial poderia desencadear uma reação violenta em Boruto e revelar seu lado mais sombrio. Nesse sentido, um Boruto mais irritado contra um Daemon sedento por sangue poderia abalar ainda mais o mito, provando que existem consequências e muito em jogo.

No final das contas, a entrada de Daemon no campo de batalha é um movimento inteligente, tanto para ele quanto para qualquer pessoa que precise de um dos assassinos mais invencíveis da série para lutar.